Carros a GPL a menos e bombas a mais ou, o inverso?

Aqui estão colocadas algumas noticias do mundo e também de Portugal relacionadas com Autogás, Energia, Ambiente, e outros temas interessantes...
Criando Conteúdos para serem debatidos...

Moderador: rdd48856

Responder
mpsfilho
Cidadão Virtual
Mensagens: 1254
Registado: 23 dez 2016, 21:04
Distrito onde reside.: Castelo Branco
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Prins VSI-2.0 DI
Modelo: Dacia duster 1,2Tce
Ano: 2015

Carros a GPL a menos e bombas a mais ou, o inverso?

Mensagem por mpsfilho » 25 mar 2020, 11:26

Prezados companheiros consumidores do :GPL:

Presentemente existem já um elevado numero de bombas e de viaturas a :GPL: mas, serão em numero suficiente?.

Para que o mercado cresça, qual das duas devem crescer primeiramente, as bombas ou as viaturas?.


Como sabem existem grandes áreas territoriais que não existem bombas, porque será?

A minha questão principal é a seguinte: não existem mais bombas por existirem poucos carros a :GPL: ou não existem mais carros a :GPL: por não existirem bombas?.
Participem nesta discussão com dados ou experiências vividas.

Um bem-haja desde já pela vossa participação. :)

APHenriques
Cidadão Virtual
Mensagens: 1001
Registado: 29 out 2012, 14:47
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Não

Re: Carros a GPL a menos e bombas a mais ou, o inverso?

Mensagem por APHenriques » 25 mar 2020, 13:19

Antes de ver este tópico, acho que já respondi noutro...

O problema é a falta de carros de origem... posto já existe por todo o território.
O consumo de GPL está a cair todos os meses... e as marcas não vão continuar a produzir carros a GPL, com os custos que isso implica.

Só o consumo de gasolina e jet fuel estão em crescimento... o jet fuel é indispenável e inevitável dada a quantidade de "baratas tontas" ... talvez após o COVID-19 algumas mentalidades mudem.... pelo menos uma pequena percentagem da população mundial tem capacidade de apreender com os exemplos.

Já o aumento de consumo de gasolina advém da utilização de híbridos.... varios fabricantes de carros já perceberam o que a Toyota sempre soube. Os diesel não são apropriados para funcionar em modo híbrido.

Poderia-se até considerar a adaptação de hibridos ao GPL, mas o interesse é relativamente baixo.
Pois no meu caso, por exemplo, com um plug in, a gasolina é utilizada apenas em viagens mais longas.... com atual situação, duvido que volta a entrar numa bomba de combustível nos próximos meses.

mpsfilho
Cidadão Virtual
Mensagens: 1254
Registado: 23 dez 2016, 21:04
Distrito onde reside.: Castelo Branco
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Prins VSI-2.0 DI
Modelo: Dacia duster 1,2Tce
Ano: 2015

Re: Carros a GPL a menos e bombas a mais ou, o inverso?

Mensagem por mpsfilho » 25 mar 2020, 15:12

APHenriques Escreveu:
25 mar 2020, 13:19
Antes de ver este tópico, acho que já respondi noutro...

O problema é a falta de carros de origem... posto já existe por todo o território.
O consumo de GPL está a cair todos os meses... e as marcas não vão continuar a produzir carros a GPL, com os custos que isso implica.
E pelo menos valha-nos ao menos a Dacia/Renault que está apostando em força no GPL.

Estás errado quanto a existir posto por todo o lado:

Podes dividir Portugal ao meio com uma linha na vertical e observa.

Por exemplo: eu mesmo residindo numa zona de oferta média/fraca, só aderi porque, mesmo com pouca oferta ainda assim me vou desenrascando, não existindo oferta seria impossível aderir ao consumo do :GPL: é o que acontece com essa zona do País onde esse néctar não existe, simplesmente é impossível aderirem mesmo que a vontade seja enorme.

E para existirem carros a :GPL: primeiro terão que existir postos, só depois surgirão as viaturas, e não o inverso.

Agora esta é direccionada especialmente para ti :-D como pelos vistos já foste um consumidor deste subproduto, e como depreendo que continuas a ser um forte simpatizante do mesmo senão não andarias por aqui assiduamente, não estará na hora de dares de sobremesa esta iguaria há tua machine. :-?

APHenriques
Cidadão Virtual
Mensagens: 1001
Registado: 29 out 2012, 14:47
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Não

Re: Carros a GPL a menos e bombas a mais ou, o inverso?

Mensagem por APHenriques » 25 mar 2020, 20:06

mpsfilho Escreveu:
25 mar 2020, 15:12

Estás errado quanto a existir posto por todo o lado:

Podes dividir Portugal ao meio com uma linha na vertical e observa.
Isso não é problema para o GPL... repara que mesmo quem anda em viagem consegue perfeitamente usar apenas GPL... a distancia dos postos está sempre dentro da autonomia.
Há uns anos tive uma dificuldade em Sines, imagine-se, até relatei aqui... mas lá descobri um novo posto acabado de abrir. Mas fiz uma boa parte do país a puxar uma caravana e sempre dentro da autonomia GPL.
Esse problema é mais evidente nos elétricos... e é nesses que eu tenho insistido com algumas entidades no sentido de aumentar a quantidade de postos de carregamento.
Já o GNV, que poderia ser uma alternativa tem de facto uma enorme falta de postos... Por exemplo, no sul do país não há nem um.
mpsfilho Escreveu:
25 mar 2020, 15:12
E para existirem carros a :GPL: primeiro terão que existir postos, só depois surgirão as viaturas, e não o inverso.
Esta tua frase tem um atraso de 15 anos pelo menos.
Agora não sei se há clientes para todos os postos... Mas uma coisa podes ter a certeza... não vai haver mais carros a GPL
mpsfilho Escreveu:
25 mar 2020, 15:12
Agora esta é direccionada especialmente para ti :-D como pelos vistos já foste um consumidor deste subproduto, e como depreendo que continuas a ser um forte simpatizante do mesmo senão não andarias por aqui assiduamente, não estará na hora de dares de sobremesa esta iguaria há tua machine. :-?
O meu hibrido está em garantia durante mais uns 7 anos... conversão agora está fora de questão.
O outro a gasolina também está em garantia... podia ate ser convertido, mas a verdade é que está como segundo carro de apoio.... anda muito pouco.
Mas o meu sogro comprou um Sandero GPL... culpa minha :-D
E está satisfeito.

mpsfilho
Cidadão Virtual
Mensagens: 1254
Registado: 23 dez 2016, 21:04
Distrito onde reside.: Castelo Branco
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Prins VSI-2.0 DI
Modelo: Dacia duster 1,2Tce
Ano: 2015

Re: Carros a GPL a menos e bombas a mais ou, o inverso?

Mensagem por mpsfilho » 25 mar 2020, 23:20

APHenriques Escreveu:
25 mar 2020, 20:06
mpsfilho Escreveu:
25 mar 2020, 15:12

Estás errado quanto a existir posto por todo o lado:

Podes dividir Portugal ao meio com uma linha na vertical e observa.
Isso não é problema para o GPL... repara que mesmo quem anda em viagem consegue perfeitamente usar apenas GPL... a distancia dos postos está sempre dentro da autonomia.
Muito longe disso, (salvo raras excepções) só quem por cá vive é que sabe que na realidade não é assim, um terço de depósito seria gasto para ir propositadamente abastecer.

Depois um outro fator muito importante... contrariamente ao que tu e outros pensam que, carros a GPL de fábrica é que é bom, neste caso como geralmente estes possuem reservatórios de baixa capacidade (cerca de 33 L) ainda mais se complica, porque as distancias entre postos é enorme.

Para agravar ainda mais a situação, nestas zonas geralmente o GPL é vendido a peso de "ouro" por falta da dita concorrência, não sendo desta forma viável ter viaturas a GPL.
Por isso, no meu caso, apesar da minha zona estar medianamente coberta, eu tive que colocar um depósito de alta capacidade (77 L brutos, 62 úteis) para que não fosse apanhado de "calças" na mão, mas são raras as viaturas que podem albergar depósitos com tamanha capacidade.

E ainda, instaladores nestas zonas também não existem, eu tive e tenho que fazer perto de 600 kms para instalar o sistema e para fazer revisões, são todas estas lacunas que impedem que, carros a GPL não sejam pelo menos uns 30% a mais a circular nas nossas estradas.

Pingasman
Utilizador Junior
Mensagens: 53
Registado: 03 dez 2017, 10:54
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: NA
Marca do Veículo: Opel
Modelo: Corsa 1.4 FlexFuel
Ano: 2017

Re: Carros a GPL a menos e bombas a mais ou, o inverso?

Mensagem por Pingasman » 26 mar 2020, 08:03

Eu acho que não existem mais pessoas com carros a GPL porque nunca houve muita oferta de carros a GPL de origem, e da que houve nunca existiu muita publicidade.

A maioria da população só quer comprar um carro, atestar e andar. Ir à oficina é um medo que as pessoas têm, seja pela garantia, seja pelo dinheiro, seja porque têm que confiar que quem está do outro lado sabe o que está a fazer. Portanto diria que se resume a:

- falta de oferta (no mercado de novos e no de usados, comparativamente a gasolina, gasóleo e até eléctricos)
- falta de publicidade da oferta existente
- falta de confiança em transformar um carro para GPL

O número de postos de combustível existe da maneira que existe face à oferta/procura. Em zonas de maior densidade populacional, irão existir mais bombas GPL. Em zonas de menor densidade populacional, existem menos bombas e também com preços mais caros.

Acho que a pergunta tem que ser feita mais ao contrário, que é: Porque é que existe tanta falta de oferta e de publicidade por parte das marcas automóveis?

A meu ver, existem várias razões:
- existe mais dinheiro a ganhar noutros sectores (por exemplo o eléctrico, que está na moda e cheio de subsídios)
- o GPL só faz sentido em países em que a gasolina/gasóleo sejam bastante mais caros que o GPL (em Portugal isto acontece, nos Estados Unidos já não)
- não é fácil publicitar veículos a GPL, a sua vantagem é só mesmo o preço do combustível (menos espaço de bagageira, mais pesados, possivelmente menos potência, mais emissões de CO2 ou seja mais impostos, poucos postos de combustível)

Na minha visão um bocado simplista, é isto

APHenriques
Cidadão Virtual
Mensagens: 1001
Registado: 29 out 2012, 14:47
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Não

Re: Carros a GPL a menos e bombas a mais ou, o inverso?

Mensagem por APHenriques » 26 mar 2020, 11:55

E tens razão...

O problema é realmente a falta de carros de origem... a GPL. Ou não.
Atualmente faz sentido converter um carro que seja minimamente eficiente... Por exemplo os híbridos recentes.
Carros que tem um baixo consumo, Que fiquem a consumir 5 ou 6 litros de GPL no máximo. Mas como ultimo recurso numa fase de transição... daqui a 10 anos esses carros tem de ser entregues nos centros de abate.

Converter "chaços" com mais de 10 anos, que gastam mais de 10 litros é uma estupidez... para nao dizer burrice. E a cima de tudo egoísmo e falta de civismo. Alguns até monstros americanos.... basta ver a "sucata" que aparece no standvirtual....
É preciso de uma vez chamarmos os bois pelos nomes.
Estamos em 2020, a atravessar uma crise de saúde que afeta principalmente o nosso sistema respiratório.... e ainda não percebemos que todos nós não sobrevivemos a alguns minutos sem ar.... e continuamos a lançar para o ar toneladas de contaminantes.

Neste momento existem em movimento em todo o mundo milhares de navios a transportar petróleo e derivados... também eles a consumir derivados de petróleo de baixa qualidade, com altos níveis de enxofre e em grandes quantidades. Depois há por ai gente tão estúpida que diz que os veículos elétricos poluem mais que os fumarentos... pois também poluem, e nem temos forma de acabar com a poluição da humanidade, mas é obrigação de cada um reduzir a sua poluição ao mínimo.

Se pensarmos bem, alguém tem o direito de poluir o ar que eu respiro?

E estamos aqui a falar que temos de ter mais postos de GPL?
Se fosse para substituir os postos de gasóleo... sim. Caso contrário, não vale a pena.... há que pensar é em acabar com carros a consumir combustível fóssil.

Pingasman
Utilizador Junior
Mensagens: 53
Registado: 03 dez 2017, 10:54
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: NA
Marca do Veículo: Opel
Modelo: Corsa 1.4 FlexFuel
Ano: 2017

Re: Carros a GPL a menos e bombas a mais ou, o inverso?

Mensagem por Pingasman » 26 mar 2020, 14:22

Bem, eu não iria tão longe. Apesar de todos os subsídios os carros eléctricos ainda não se massificaram e existem razões bastante válidas para isso:

- Preço. Os carros eléctricos são caros, mesmo tendo em conta os apoios dados pelo governo.
- Autonomia. Os carros eléctricos na sua maioria não tem a mesma autonomia que os a combustíveis fósseis.
- Infraestrutura pública. A rede pública para abastecer carros eléctricos é bastante limitada.
- Infraestrutura privada. Quem não tem garagem privada não consegue carregar o carro em casa.

Estas são as razões pelas quais eu acho que ainda não se massificou o uso de carros eléctricos. Em termos de poluição, há que considerar vários pontos também porque os eléctricos não são o mar de rosas que se vendem por aí:

- A produção de electricidade na Europa na sua maioria é feita a partir e combustíveis fósseis.
- Independentemente da fonte de energia ser fóssil ou renovável, não existe infraestrutura para distribuição de energia se a maioria dos automóveis for eléctrico.
- A exploração de lítio (maioria das baterias) é das explorações mais poluentes que existem e que mais estrago causam ao habitat à sua volta.

Assim sendo, e apesar de concordar que carros a combustíveis fósseis não é muito bom para o planeta, também em termos práticos carros eléctricos não são muito bons para o planeta ainda que na teoria pareçam que são. O que seria mesmo bom para o planeta era ninguém andar de carro!!!

O que eu acho que é um bom compromisso são os híbridos, pois resolvem a maioria dos problemas enunciados acima. Além disso, pode-se sempre usar um híbrido com GPL (ou até GNV) que sempre é melhor que gasolina/gasóleo.

Num futuro, o que seria mesmo mesmo bom seria energia nuclear, em que cada carro seria uma mini central nuclear que produziria energia para se deslocar. Mas até isso acontecer, bem que podemos esperar sentados xD

APHenriques
Cidadão Virtual
Mensagens: 1001
Registado: 29 out 2012, 14:47
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Não

Re: Carros a GPL a menos e bombas a mais ou, o inverso?

Mensagem por APHenriques » 26 mar 2020, 21:15

Pingasman Escreveu:
26 mar 2020, 14:22
Bem, eu não iria tão longe. Apesar de todos os subsídios os carros eléctricos ainda não se massificaram e existem razões bastante válidas para isso:

- Preço. Os carros eléctricos são caros, mesmo tendo em conta os apoios dados pelo governo.
- Autonomia. Os carros eléctricos na sua maioria não tem a mesma autonomia que os a combustíveis fósseis.
- Infraestrutura pública. A rede pública para abastecer carros eléctricos é bastante limitada.
- Infraestrutura privada. Quem não tem garagem privada não consegue carregar o carro em casa.

Estas são as razões pelas quais eu acho que ainda não se massificou o uso de carros eléctricos. Em termos de poluição, há que considerar vários pontos também porque os eléctricos não são o mar de rosas que se vendem por aí:
Atualmente estou bem mais envolvido nos EVs... e esses são realmente os problemas reais. Confirmo, não são o mar de rosas... e eu sempre fui dos primeiros a criticar varias coisas... noutros foruns.
Pingasman Escreveu:
26 mar 2020, 14:22
- A exploração de lítio (maioria das baterias) é das explorações mais poluentes que existem e que mais estrago causam ao habitat à sua volta.
Isto não é verdade.... é uma questão empolada pela possibilidade de extrair litio em Portugal. Extrair litio tem praticamente o mesmo impacto ambiental que uma vulgar pedreira de mármores.... e na verdade, grande parte do lítio que é usado atualmente nem requer esse tipo de extração.
O problema maior nem é o lítio, mas sim o cobalto...
Pingasman Escreveu:
26 mar 2020, 14:22
O que eu acho que é um bom compromisso são os híbridos, pois resolvem a maioria dos problemas enunciados acima. Além disso, pode-se sempre usar um híbrido com GPL (ou até GNV) que sempre é melhor que gasolina/gasóleo.
Pois... por isso eu já vou no segundo hibrido. Mas depende. Pois são um meio termo. Usam lítio, mas menos que os EVs e usam combustível fosseis mas menos que os fumarentos" ....

Responder