FAQ sobre motores de injeção direta.

O Mecânica no GPL , Motores , Velas , Acessórios Automóveis e afins... Coloque aqui as dúvidas, perguntas e Sugestões.

Moderador: rdd48856

Responder
rdd48856
Moderador(a)
Mensagens: 8527
Registado: 13 abr 2005, 10:36
Distrito onde reside.: Faro
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Lovato+BRC+Vialle
Marca do Veículo: Toyota
Modelo: Auris TS HSD by FF
Ano: 2014
Localização: Algarve

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por rdd48856 » 20 dez 2015, 22:21

Vai me desculpar mas o que você pede e quase censura !
Completamente errado, o que eu peço é precisamente a noção de que a nossa liberdade acaba onde começa a do outro...

Ou na sua profissão nunca falhou, uma vezes com culpa e outras sem ela? Passou a ser um criminoso por causa disso? O que é que acharia se cada vez que isso acontecesse alguém viesse para a internet emitir juízos de valor sobre a sua atuação?
Quer dizer uma pessoa desembolsa 2500/3000€
Aquilo que o Sr. desembolsa não é, nem o que o instalador ganha, nem diretamente proporcional ao que o instalador ganha...acredite que para um instalador será muito mais rentável instalar um banal kit de injeção gasosa.

Por isso é que os instaladores se vão recusando cada vez mais a inovar...apenas o fazem aqueles que têm consciência do que aí vem....
os problemas aparecem mas temos de nos calar loool
Não, não tem que se calar, mas tem que reclamar com modos...não com loools e afins.
Punto 55 Burrié....até os burros merecem injecção electrónica! Lovato Fast: 7,2l/100Km; 4,3€/100Km; 108g CO2/km
GrandModusGPL...shaken but not stirred! BRC Plug&Drive: 9,1l/100Km; 5,5€/100Km; 135g CO2/km

Avatar do Utilizador
lobito
Cidadão Virtual
Mensagens: 4981
Registado: 27 out 2006, 17:03
Distrito onde reside.: Porto
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Vialle - LiquidSI
Marca do Veículo: Mercedes-Benz
Modelo: CLS 350
Ano: 2005
Localização: MAIA

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por lobito » 20 dez 2015, 23:41

davidfocus Escreveu:
lobito Escreveu:@rara

Os kits de injecção liquida existem desde 1995, isto tem a ver com motores de injecção directa. E nestes, como já referi antes, há 2 problemas identificados: Os motores 1.2 e 1.4 do grupo VAG e os motores que utilizam injectores piezoelétricos. De resto, pelo menos na marca que conheço melhor, não há nada a assinalar.
Parece que alguns tce Renault também deram alguns problemas, mesmo a gasolina, problema: válvulas moles. :(
Mas toda a gente do mundo do GPL deveria saber que os TCE a gasolina têm válvulas macias, das mais macias de todas (a não ser que já as tenham alterado). Dão mais problemas que qualquer motor japonês. Custa-me a acreditar que os Dacia de origem a GPL venham com este motor, ou reforçam as sedes ou vêm com os de injecção indirecta e injecção parcial de gasolina, coisa que nos de injecção directa liquida não dá para fazer. Não sei se todo o atraso no inicio da comercialização destes modelos fora de França esteja relacionado com esta questão.
Optima LPG/GNC / Blueenergy Dual-Fuel / VIALLE / V-Lube Valve Saver

Bmiguelpaiva
Utilizador
Mensagens: 228
Registado: 05 mar 2009, 18:28
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Não
Marca do Veículo: Fiat
Modelo: Stilo 1.2
Ano: 2003
Localização: Algueirão

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por Bmiguelpaiva » 21 dez 2015, 18:45

rdd48856 Escreveu:
Vai me desculpar mas o que você pede e quase censura !
Completamente errado, o que eu peço é precisamente a noção de que a nossa liberdade acaba onde começa a do outro...

Ou na sua profissão nunca falhou, uma vezes com culpa e outras sem ela? Passou a ser um criminoso por causa disso? O que é que acharia se cada vez que isso acontecesse alguém viesse para a internet emitir juízos de valor sobre a sua atuação?
Quer dizer uma pessoa desembolsa 2500/3000€
Aquilo que o Sr. desembolsa não é, nem o que o instalador ganha, nem diretamente proporcional ao que o instalador ganha...acredite que para um instalador será muito mais rentável instalar um banal kit de injeção gasosa.

Por isso é que os instaladores se vão recusando cada vez mais a inovar...apenas o fazem aqueles que têm consciência do que aí vem....
os problemas aparecem mas temos de nos calar loool
Não, não tem que se calar, mas tem que reclamar com modos...não com loools e afins.
Ta visto que tentar chegar a um consenso consigo não é fácil,das duas uma,ou a sua percentagem é alta ou mete a peneira a frente do sol ;)

Visto que não sou o super homem,nem sou perfeito ou tenho a mania que o sou,ainda para mais na minha profissão,quando erro assumo-o e tento logo resolve-lo da melhor forma,não engano ninguém,e neste momento parece que certos instaladores preferem perseguir a visão dos 2500€ que a do trabalho bem feito e do cliente satisfeito.

O que o instalador ganha ou deixa de ganhar não me diz respeito,e não me faça crer que depois de receber 2500€,o instalador fez o trabalho de graça pelos lindos olhos do cliente,uma casa de portas abertas não funciona assim......porque se for assim,eu vendo-lhe um cabo para ramal de distribuição que custa apenas 150.000€,e se depois o mesmo ficar danificado durante o transporte ou a instalação,eu quero ver se você vai ficar mais preocupado em ter pago 150.000€ por um ramal e o mesmo não estar funcional,ou se fica preocupado com a minha margem de lucro.
Falando por mim,quando pago um serviço não aceito nada que não seja inferior a bom/perfeito,porque para mediano faço-o eu.


Sent from my iPad using Tapatalk

rdd48856
Moderador(a)
Mensagens: 8527
Registado: 13 abr 2005, 10:36
Distrito onde reside.: Faro
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Lovato+BRC+Vialle
Marca do Veículo: Toyota
Modelo: Auris TS HSD by FF
Ano: 2014
Localização: Algarve

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por rdd48856 » 21 dez 2015, 23:45

a sua percentagem é alta ou mete a peneira a frente do sol
Por muito estranho que isso lhe possa parecer, quando já nada se faz a troco de nada, nunca ganhei 5 cêntimos pela minha colaboração...fui-me apercebendo que podia dar uma ajuda aqui e ali, e como sou funcionário público e professor acho que tenho um dever especial para com a comunidade.

Cheguei a deslocar-me daqui do Algarve até ao Norte e regressar pagando do meu bolso...por isso até considero a insinuação um pouco ofensiva, se quer que lhe diga.
não me faça crer que depois de receber 2500€,o instalador fez o trabalho de graça pelos lindos olhos do cliente,uma casa de portas abertas não funciona assim.


Não foi isso que eu lhe disse...o que eu disse é que o ganho é praticamente o mesmo e com muito menos tempo perdido em assistências no caso das injeções indiretas....os instaladores que montam estes kits só o fazem porque percebem que sem eles o GPL acabou dentro de alguns anos.
eu quero ver se você vai ficar mais preocupado em ter pago 150.000€ por um ramal e o mesmo não estar funcional
Presumo que se ele não ficar funcional o Sr. devolve os 150.000€ ao cliente...
Punto 55 Burrié....até os burros merecem injecção electrónica! Lovato Fast: 7,2l/100Km; 4,3€/100Km; 108g CO2/km
GrandModusGPL...shaken but not stirred! BRC Plug&Drive: 9,1l/100Km; 5,5€/100Km; 135g CO2/km

Bmiguelpaiva
Utilizador
Mensagens: 228
Registado: 05 mar 2009, 18:28
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Não
Marca do Veículo: Fiat
Modelo: Stilo 1.2
Ano: 2003
Localização: Algueirão

FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por Bmiguelpaiva » 22 dez 2015, 09:46

rdd48856 Escreveu:
a sua percentagem é alta ou mete a peneira a frente do sol
Por muito estranho que isso lhe possa parecer, quando já nada se faz a troco de nada, nunca ganhei 5 cêntimos pela minha colaboração...fui-me apercebendo que podia dar uma ajuda aqui e ali, e como sou funcionário público e professor acho que tenho um dever especial para com a comunidade.

Cheguei a deslocar-me daqui do Algarve até ao Norte e regressar pagando do meu bolso...por isso até considero a insinuação um pouco ofensiva, se quer que lhe diga.
não me faça crer que depois de receber 2500€,o instalador fez o trabalho de graça pelos lindos olhos do cliente,uma casa de portas abertas não funciona assim.


Não foi isso que eu lhe disse...o que eu disse é que o ganho é praticamente o mesmo e com muito menos tempo perdido em assistências no caso das injeções indiretas....os instaladores que montam estes kits só o fazem porque percebem que sem eles o GPL acabou dentro de alguns anos.
eu quero ver se você vai ficar mais preocupado em ter pago 150.000€ por um ramal e o mesmo não estar funcional
Presumo que se ele não ficar funcional o Sr. devolve os 150.000€ ao cliente...
Confesso que tem razão e como tal peço desculpas,tenho noção que a insinuação foi um pouco dura,mas se me permite,você parece fanático das injeções líquidas,defendendo-a com todas as suas armas,e eu continuo a bater na mesma tecla,3000€ é muito dinheiro ainda para mais nos dias de hoje.
E sendo uma tecnologia nova,ainda mais cuidado com os clientes deveria haver pois logo do princípio os instaladores sabem que o kit lhes vais trazer dores de cabeça,será quase como a sua profissão,pois precisa de ter uma paciência de santo e uma enorme paixão pelo ensino que lhe permitam encarar os problemas como um desafio e não uma dificuldade.

Sendo assim isso tem de ser negociado com o representante/fabricante,ninguém gosta de trabalhar de borla,especialmente com clientes insatisfeitos por perto,eu pessoalmente não gostaria.

As opções são muitas,passam todas pela negociação com os clientes,restituição do montante,restituição do cabo por um novo,ou se houver pressa por parte do cliente,reparação no local.

( esqueci-me de dizer,a umas semanas durante a revisão ao sistema de gpl o instalador confessou-me que esperava não receber nenhum cliente para instalar injeção líquida )

Sent from my iPad using Tapatalk

rdd48856
Moderador(a)
Mensagens: 8527
Registado: 13 abr 2005, 10:36
Distrito onde reside.: Faro
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Lovato+BRC+Vialle
Marca do Veículo: Toyota
Modelo: Auris TS HSD by FF
Ano: 2014
Localização: Algarve

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por rdd48856 » 23 dez 2015, 00:24

@Bmiguelpaiva,

explico aqui http://forum.autogas.pt/forum/viewtopic ... &start=120 porque é que eu pareço um fanático das injeções diretas...

E concordo consigo, para a realidade portuguesa 3000€ ou mesmo 2500€, são elevados (e no entanto é isso que se paga por uma simples injeção gasosa nos países do Norte da Europa), mas acredito que esse valor venha a baixar, porque muito deste valor são as horas gastas pelos Engenheiros dos fabricantes a otimizarem os sistemas(que são especifícos para cada veículo). Se for a dividir por 100 é um valor, se for a dividir por 1000, é outro.
Punto 55 Burrié....até os burros merecem injecção electrónica! Lovato Fast: 7,2l/100Km; 4,3€/100Km; 108g CO2/km
GrandModusGPL...shaken but not stirred! BRC Plug&Drive: 9,1l/100Km; 5,5€/100Km; 135g CO2/km

forunista
Cidadão Virtual
Mensagens: 1566
Registado: 14 fev 2007, 14:49
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Tartarini
Marca do Veículo: Renault
Modelo: Clio II 1.2 16v
Ano: 2002

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por forunista » 23 dez 2015, 10:09

Não tenho seguido este tópico e só actualizei-me hoje.
Queria tirar uma dúvida que li há alguns posts atrás.
Dizem que o sistema de injecção directa é novo e que também por isso, está a ser difícil acompanhar este avanço(alguns questionam mesmo se é avanço) tecnológico no que toca aos kits GPL. Eu pergunto, mas não existem kits de injecção directa liquida desde 2012/2013 ? Se sim, 3 a 4 anos não chegaram para actualizar-se ?

Avatar do Utilizador
lobito
Cidadão Virtual
Mensagens: 4981
Registado: 27 out 2006, 17:03
Distrito onde reside.: Porto
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Vialle - LiquidSI
Marca do Veículo: Mercedes-Benz
Modelo: CLS 350
Ano: 2005
Localização: MAIA

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por lobito » 23 dez 2015, 15:47

forunista Escreveu:Não tenho seguido este tópico e só actualizei-me hoje.
Queria tirar uma dúvida que li há alguns posts atrás.
Dizem que o sistema de injecção directa é novo e que também por isso, está a ser difícil acompanhar este avanço(alguns questionam mesmo se é avanço) tecnológico no que toca aos kits GPL. Eu pergunto, mas não existem kits de injecção directa liquida desde 2012/2013 ? Se sim, 3 a 4 anos não chegaram para actualizar-se ?
Os fabricantes estão constantemente a esforçar-se por se actualizarem, mas com os fabricantes de automóveis estão constantemente a alterar os motores. E os componentes. A famosa HP dos 1.2 e 1.4 do grupo VAG (falando com um representante da marca e por experiência própria) já vai ultrapassou a vigésima versão, em tom de brincadeira disse que agora devem acalmar porque as letras do abecedário (que vai identificando as versões) está a acabar.
Não é fácil acompanhar.

A Vialle já está a preparar a "LPDi 2" que deve permitir mais flexibilidade, vamos ver o que aí vem.
Optima LPG/GNC / Blueenergy Dual-Fuel / VIALLE / V-Lube Valve Saver

IvoOliveira
Utilizador
Mensagens: 234
Registado: 11 mar 2011, 02:51
Distrito onde reside.: Setúbal
Viatura a GPL?: Sim
Marca do Veículo: Skoda
Modelo: Octavia 1.4TSI
Ano: 2009

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por IvoOliveira » 23 dez 2015, 22:52

Espero que venha algo para resolver o meu problema.. senão "dinheiro na mão cu no chão!"

Avatar do Utilizador
davidfocus
Utilizador Frequente
Mensagens: 280
Registado: 28 mar 2006, 04:32
Distrito onde reside.: Coimbra
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Prins DLM 2.0
Marca do Veículo: Ford
Modelo: Focus 1.0 M1DA SW
Ano: 2013
Localização: Figueira da Foz

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por davidfocus » 24 dez 2015, 18:13

lobito Escreveu:
forunista Escreveu:Não tenho seguido este tópico e só actualizei-me hoje.
Queria tirar uma dúvida que li há alguns posts atrás.
Dizem que o sistema de injecção directa é novo e que também por isso, está a ser difícil acompanhar este avanço(alguns questionam mesmo se é avanço) tecnológico no que toca aos kits GPL. Eu pergunto, mas não existem kits de injecção directa liquida desde 2012/2013 ? Se sim, 3 a 4 anos não chegaram para actualizar-se ?
Os fabricantes estão constantemente a esforçar-se por se actualizarem, mas com os fabricantes de automóveis estão constantemente a alterar os motores. E os componentes. A famosa HP dos 1.2 e 1.4 do grupo VAG (falando com um representante da marca e por experiência própria) já vai ultrapassou a vigésima versão, em tom de brincadeira disse que agora devem acalmar porque as letras do abecedário (que vai identificando as versões) está a acabar.
Não é fácil acompanhar.

A Vialle já está a preparar a "LPDi 2" que deve permitir mais flexibilidade, vamos ver o que aí vem.
Assim está a Prins a preparar a DLM 3.0.

Sobre outros assuntos deste tópico, refiro-me ao "debate", se assim considero classificar, entre o @rdd e o @Bmiguelpaiva, sobre o qual não consigo deixar de fazer as seguintes observações:

Desculpem definir-me como um acérrimo defensor da injecção directa, que parece contraditório pelo facto de também ter um problema, mas problema esse que vai ser resolvido, e isso tenho a certeza, porque há pessoas que estão aqui para ajudar e estão a ajudar.
A minha opção ou escolha, foi tomada por motivos ecológicos e não tecnológicos.
Cada vez mais informação vai surgindo de dia para dia, no sentido de fundamentar os benefícios da tecnologia da injecção directa no Gpl.
No entanto e como já foi dito, apesar desta tecnologia já existir há alguns anos e se conhecer os seus benefícios, era uma tecnologia cara e, por esse motivos os construtores, com poucas limitações ambientais, foram-se "deixando andar".
Neste momento, com normas ambientais cada vez mais rigorosas e com o escandaloso destapar da verdade acerca dos "ecológicos motores diesel", os construtores vêem-se obrigados, a desenvolver novos motores e novas tecnologias, o mais rapidamente possível, que respeitem as normais ambientais em vigor.
E é este o caminho, não há volta a dar, por isso, o envolvimento positivo de todas as partes: técnicos, comerciais, instaladores, moderadores e utilizadores, é fundamental e todos são importantes e necessários neste fórum e neste novo caminho.
Porque se há pessoas neste fórum, como o rdd, que chamam a atenção para o uso de linguagem menos própria, é porque essa mesma atitude em nada contribui e não leva a lado nenhum.
Pelo facto de eu próprio a ter usado, confesso que não tenho qualquer orgulho de o ter feito, bem pelo contrário, sinto-me envergonhado de o ter feito e, dai o facto de ter pedido desculpa de a ter usado.
Penso que não nos devemos esquecer que, as pessoas por algum motivo estão neste fórum, que eu resumo desta forma: umas pessoas estão aqui para ajudar e outras estão aqui para serem ajudadas, mas, desculpem a redundância, quem ajuda acaba por ser ajudado e quem é ajudado também acaba por ajudar.
Devemos ter em conta que, a coragem vence o medo e, aqui só temos a louvar quem não desiste pelo medo, aqueles que tem conhecimento técnico e com ele tentam ajudar, são os mesmos que querem contribuir e, sempre o fizeram, para que se acompanhe e se vença este desafio, como outros desafios pelos quais aqui também já passaram e, outros que continuarão sempre a surgir neste caminho e ao longo de todas as nossas vidas.
Os motores não param de evoluir, como aqui já foi dito e é verdade.
A Ford já conclui o projecto de desligar um dos três cilindros do 1.0 Ecoboost em situações de carga estável, a chamada tecnologia "ACT" ou "shut-off" para diminuir o consumo como a Fiat já os fez em alguns multi-air assim como a VW, que já usava esta tecnologia em motores de 6 e 8 cilindros e agora também em alguns tsi de 4 cilindros.
Estamos a falar de situações que exigem alterações mecânicas, mas também electrónicas, tudo parece cada vez mais confuso, mas do parecer ao ser existirá sempre distância da aprendizagem.
Por isso cabe-nos a nós encurtar essa distância em vez de tentar transformar constantemente os problemas em novos "Códigos Da Vinci sem solução".

Bom Natal para todos.

summer bird
Utilizador Junior
Mensagens: 46
Registado: 09 mar 2008, 17:49
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Sim
Marca do Veículo: Mazda
Modelo: CX-7 2.3T
Ano: 2007

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por summer bird » 14 mar 2016, 00:36

Boas,

A "discussão" sobre este tema está interessante e mais ou menos vou percebendo os pontos de vista aqui manifestados.

E até percebo que por vezes a tecnologia para evoluir tem que ter umas cobaias e que o facto do mesmo motor estar sempre a ter atualizações não ajuda a estabilização de uma tecnologia (injeção líquida) que pretende assentar sobre ele.

Bom, mas como fiquei de ir dando conta do "derretimento" dos meus injetores, vim aqui ao fórum com essa intenção, pelo que desde já peço desculpa por ir destoar no seguimento que esta "discussão" estava a ter, mas poderão continuá-la logo de seguida. Faz de conta que não escrevi nada.

Então cá vai. Para relembrar trata-se de um Mazda CX-7 2.3 DISI Turbo (motor de injeção direta a gasolina) transformado a GPL há quase 4 anos com um Kit gasoso da BRC dedicado a este motor. Consome portanto também gasolina para os injetores não derreterem, o que até à data tem sucedido com sucesso.

Portanto, já vamos com 73.000 km a GPL (gasoso) e os injetores da gasolina ainda não foram desta para melhor.

Mas quando houver uma tecnologia de injeção líquida para o meu carro devidamente testada e a funcionar sem problemas, avisem por favor. ;)

Avatar do Utilizador
Braz
Cidadão Virtual
Mensagens: 4000
Registado: 20 abr 2005, 20:12
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: BRC - PRINS
Marca do Veículo: Honda
Modelo: Civic 1.5/Accord 2.0
Localização: Odivelas

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por Braz » 14 mar 2016, 09:22

E já agora (com tantos quilómetros feitos, poderá responder) qual a percentagem de consumo de gasolina, face ao GPL, a cada 100km?
Ex-Renault Clio 1.2 RT
Ex-Alfa Romeo 166 2.5 V6

Honda Civic 1.5i LS VTEC
Honda Accord Tourer 2.0i VTEC
Ford Focus C-Max 1.6i

j_verne
Cidadão Virtual
Mensagens: 3466
Registado: 11 abr 2009, 14:32
Distrito onde reside.: Guarda
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: BRC
Marca do Veículo: Skoda
Modelo: Octavia 1.6i
Ano: 2006

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por j_verne » 14 mar 2016, 16:10

Sim, seria muito bom ter-se essa informação ;-)

JorgeAltea
Utilizador Junior
Mensagens: 14
Registado: 27 mar 2016, 22:15
Distrito onde reside.: Porto
Viatura a GPL?: Não
Marca do Veículo: Seat
Modelo: Altea
Ano: 2011

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por JorgeAltea » 14 abr 2016, 20:04

Boa noite,
Sou novo por aqui no forum. Gostaria de trocar impressoes com alguem que tenho um motor 1.4 tsi 125 cv de 2009 a gpl. Alguem me pode ajudar, estou na duvida em converter o motor da minha altea... Tenho lido muito aqui no forum e cada vez estou mais confuso, que já pondero voltar para o diesel.

rdd48856
Moderador(a)
Mensagens: 8527
Registado: 13 abr 2005, 10:36
Distrito onde reside.: Faro
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Lovato+BRC+Vialle
Marca do Veículo: Toyota
Modelo: Auris TS HSD by FF
Ano: 2014
Localização: Algarve

Re: FAQ sobre motores de injeção direta.

Mensagem por rdd48856 » 16 abr 2016, 11:15

Em relação a esse kit especificamente há dois users por aqui com o mesmo instalado.

O user @rabano, e o user @nuno75.

Em relação ao user @rabano com uma série de problemas que nada têm que ver com o tipo de kit/motor e que não acredito que se repetirão.

O user @nuno75 já com uma experiência mais normal.

Como ponto da situação dos kits de injeção líquida para motores de injeção direta em geral posso referir que se continuam a procurar soluções para minorar/resolver os problemas de arranque que afetam alguns motores especificamente, sendo que em alguns carros tem sido possível obter um funcionamento bom sem necessidade de nenhuma manutenção por várias dezenas de milhares de quilómetros.

Como já deve ter lido a alteração da composição do GPL seria um passo muito importante nesse sentido.
Punto 55 Burrié....até os burros merecem injecção electrónica! Lovato Fast: 7,2l/100Km; 4,3€/100Km; 108g CO2/km
GrandModusGPL...shaken but not stirred! BRC Plug&Drive: 9,1l/100Km; 5,5€/100Km; 135g CO2/km

Responder