UE reconhece GPL como combustível alternativo

Aqui estão colocadas algumas noticias do mundo e também de Portugal relacionadas com Autogás, Energia, Ambiente, e outros temas interessantes...
Criando Conteúdos para serem debatidos...

Moderador: rdd48856

Responder
Renault19
Utilizador
Mensagens: 182
Registado: 07 fev 2018, 18:14
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: BRC
Marca do Veículo: Hyundai
Modelo: GETZ
Ano: 2003

UE reconhece GPL como combustível alternativo

Mensagem por Renault19 » 23 fev 2019, 22:02

Apesar de não ser novidade, penso que fica bem este tópico para informação dos visitantes do site:

A Directiva Comunitária 2014/94/UE do Parlamento Europeu, que rege a criação de infraestrutura de combustíveis alternativos, classifica o GPL, o GNV, o hidrogénio e a Electricidade como combustíveis alternativos para os quais deve ser desenvolvida a infraestrutura nos Estados membros. Pode ser consultada aqui:https://eur-lex.europa.eu/legal-content ... 32014L0094

Neste normativo pode ler-se o seguinte:

Com base na consulta às partes interessadas e aos peritos nacionais, bem como nos conhecimentos especializados refletidos na Comunicação da Comissão de 24 de janeiro de 2013, intitulada «Energia limpa para os transportes: uma estratégia europeia para os combustíveis alternativos», a eletricidade, o hidrogénio, os biocombustíveis, o gás natural e o gás de petróleo liquefeito (GPL) foram considerados como sendo atualmente os principais combustíveis alternativos com potencial para substituir o petróleo a longo prazo, tendo também em conta a sua eventual utilização em simultâneo e combinada, nomeadamente através de sistemas de tecnologia biocombustível.

O GPL ou autogás é um combustível alternativo, derivado da refinação do petróleo e da transformação do gás natural, com uma pegada ecológica menor e um nível de emissões poluentes significativamente mais reduzido do que os combustíveis convencionais. Espera-se que o GPL biológico derivado de várias fontes de biomassa se revele uma tecnologia viável a médio e longo prazo. O GPL pode ser utilizado no transporte rodoviário (em veículos ligeiros e pesados) em todo o tipo de distâncias. O metanol também pode ser utilizado nos transportes aquáticos interiores e no transporte marítimo de curta distância. A infraestrutura de GPL está relativamente bem desenvolvida, com um número significativo de estações de abastecimento já existentes na União (cerca de 29 000). Contudo, a distribuição dessas estações de abastecimento é irregular, com uma taxa de penetração reduzida nalguns países.

E o considerando seguinte faz-me pensar na necessidade de ter regulamentação de harmonização de % de butano e % de propano com os outros países europeus:

A fim de assegurar que os combustíveis alternativos para os transportes tenham a qualidade requerida para a utilização em motores de tecnologia atual e futura e ofereçam um elevado nível de desempenho ambiental no que se refere às emissões de CO2 e de outros poluentes, a Comissão deverá monitorizar a sua introdução no mercado. Para esse efeito, a Comissão deverá propor, se apropriado, as medidas jurídicas necessárias para garantir um nível elevado de harmonização da qualidade dos combustíveis em toda a União.

rdd48856
Moderador(a)
Mensagens: 9385
Registado: 13 abr 2005, 10:36
Distrito onde reside.: Faro
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Lovato+BRC+Vialle
Marca do Veículo: Toyota
Modelo: Auris TS HSD by FF
Ano: 2014
Localização: Algarve

Re: UE reconhece GPL como combustível alternativo

Mensagem por rdd48856 » 23 fev 2019, 22:32

O.K., vou colocar em fixo.
Punto 55 Burrié....até os burros merecem injecção electrónica! Lovato Fast: 7,2l/100Km; 4,3€/100Km; 108g CO2/km
GrandModusGPL...shaken but not stirred! BRC Plug&Drive: 9,1l/100Km; 5,5€/100Km; 135g CO2/km

Responder