CO2 a aumentar relacionado com quebra de venda dos carros a diesel

Aqui estão colocadas algumas noticias do mundo e também de Portugal relacionadas com Autogás, Energia, Ambiente, e outros temas interessantes...
Criando Conteúdos para serem debatidos...

Moderador: rdd48856

Responder
Avatar do Utilizador
chorao
Moderador(a)
Mensagens: 6800
Registado: 11 abr 2005, 08:32
Distrito onde reside.: Castelo Branco
Viatura a GPL?: Não
Marca do KIT GPL: Não Sei
Localização: fundão
Contacto:

CO2 a aumentar relacionado com quebra de venda dos carros a diesel

Mensagem por chorao » 05 mar 2019, 07:14

Notícia no site motor 24.
Embora não diretamente relacionada com o GPL coloca alguma dúvida na minha linha de raciocínio.
Será mesmo assim? Se sim quais as consequências futuras? Fica aqui aberto o mote para uma troca de ideias sobre algo que a todos interessa.
.Transição do Diesel para a gasolina aumenta emissões CO2 para níveis de 2014
O afastamento do Diesel como uma das motorizações preferidas pelos europeus está a ter como contrapartida o aumento da quota de mercado dos modelos a gasolina (bem como dos SUV), mas uma das consequências dessa transição está no aumento das emissões de dióxido de carbono (CO2) no Velho Continente. O aumento das emissões de CO2 verificou-se em 20 dos 23 países analisados pela JATO Dynamics, incluindo Portugal.

O valor médio de emissões de CO2 aumentou em 2,4 g/km para os 120,5 g/km em 2018, o valor mais alto desde 2014, com aquela entidade a encontrar uma ligação direta entre o decréscimo das vendas de carros movidos a gasóleo (menos 18% em 2018 face a 2017) e o aumento das emissões médias de CO2.

Recorde-se que o valor médio das emissões estava em queda desde 2007, mas esse mesmo decréscimo começou a abrandar em 2016, relacionando-se com a redução das vendas de automóveis Diesel (de 7% para 1%). Esta tendência foi confirmada em 2017, com o primeiro aumento médio das emissões de CO2 na ordem dos 0,3% (para uma queda de 8% na procura de carros Diesel), sendo que no ano passado a variação foi ainda maior: para uma quebra de 18% nas vendas de carros a gasóleo, o aumento nas emissões médias de CO2 foi de 2,4% (dados em NEDC correlacionado).

“A introdução do WLTP em setembro de 2018 foi um desafio para o mercado, já que um largo número de veículos no mercado não estavam ainda homologados. O aumento do CO2 é certamente preocupante e má notícia para os governos e para a maioria dos construtores. Em vez de dar um passo em frente, a indústria está a regredir num momento em que as metas de emissões são ainda mais duras”, afirma Felipe Muñoz, analista global da JATO.

No entanto, essa não foi a única tendência de mercado a ter impacto no aumento das emissões de CO2. Também o crescimento nas vendas de SUV contribuiu para este efeito. Aliás, de acordo com os mesmos dados, as emissões médias de CO2 atribuíveis aos SUV aumentaram em 1,4%, correspondendo a um aumento de 35% nas vendas deste tipo de veículos no ano passado.

Portugal também no rol dos que aumentaram CO2

Contrariamente ao esforço que tem sido levado a cabo pelo Governo, as emissões de CO2 também aumentaram em Portugal, segundo a JATO Dynamics, sendo um dos 20 países que tiveram um efeito semelhante. Apenas a Noruega (-11,4%), Holanda (-2,9%) e Finlândia (-0,6%) baixaram a sua média de emissões.

Ainda assim, tal como já sucedia no ano passado, Portugal mantém-se como o segundo país dos 23 analisados com emissões de CO2 mais baixas, agora com 105,4 g/km, apenas atrás da distante Noruega, com um registo de 72,4 g/km. Holanda é a terceira, com 106 g/km de CO2.
https://www.motor24.pt/motores/transica ... s-de-2014/
quote do "ok_computer": e vê os links da asssinatura do PaulAns :mrgreen:
Os meus carros a GPL foram um Renault 5 GL 1.1 de 1986 e um Daewoo lanos 1.4 de 2001

rdd48856
Moderador(a)
Mensagens: 9035
Registado: 13 abr 2005, 10:36
Distrito onde reside.: Faro
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Lovato+BRC+Vialle
Marca do Veículo: Toyota
Modelo: Auris TS HSD by FF
Ano: 2014
Localização: Algarve

Re: CO2 a aumentar relacionado com quebra de venda dos carros a diesel

Mensagem por rdd48856 » 05 mar 2019, 16:11

Isso era esperado, porque o Dieselgate deixou a maior parte dos construtores de "calças na mão".

Eles dependiam dos motores Diesel para poderem vender SUVs com emissões de CO2 aceitáveis e não estavam a investir muito no desenvolvimento dos motores a gasolina, nem nos híbridos.

Já aqui referi a vergonha que foi o consecutivo aumento do peso e das dimensões dos veículos que ia comendo todos os ganhos de eficiência dos motores.

Agora estão a arrepiar caminho, os carros começam a baixar de peso, começam a apostar nos híbridos(mesmo que em alguns casos só mild-hybrid) para compensar a desvantagem dos motores a gasolina, mas durante 2 ou 3 anos vai haver um aumento do CO2.

Outra ajuda podem dar os combustíveis gasosos.

Mas acho que se torna cada vez mais evidente que sem o sequestro de carbono não vamos conseguir cumprir mundialmente as metas de gases de efeito de estufa.

E se o sequestro de carbono entrar na equação, muita coisa muda.
Punto 55 Burrié....até os burros merecem injecção electrónica! Lovato Fast: 7,2l/100Km; 4,3€/100Km; 108g CO2/km
GrandModusGPL...shaken but not stirred! BRC Plug&Drive: 9,1l/100Km; 5,5€/100Km; 135g CO2/km

Avatar do Utilizador
pcta
Cidadão Virtual
Mensagens: 3724
Registado: 30 jul 2010, 16:03
Distrito onde reside.: Coimbra
Viatura a GPL?: Não

Re: CO2 a aumentar relacionado com quebra de venda dos carros a diesel

Mensagem por pcta » 05 mar 2019, 22:06

Sequestro de carbono, dependendo da forma, é uma bomba relógio a longo prazo...
... a poluir pouco, mas ainda a poluir :(

rdd48856
Moderador(a)
Mensagens: 9035
Registado: 13 abr 2005, 10:36
Distrito onde reside.: Faro
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Lovato+BRC+Vialle
Marca do Veículo: Toyota
Modelo: Auris TS HSD by FF
Ano: 2014
Localização: Algarve

Re: CO2 a aumentar relacionado com quebra de venda dos carros a diesel

Mensagem por rdd48856 » 05 mar 2019, 22:32

O sequestro de carbono já é praticado atualmente em larga escala, por exemplo na Noruega, como forma de aumentar a produtividade de campos de petróleo/gás já muito maduros.

Não escondo que existam riscos, mas a probabilidade de existirem fugas simultaneamente em todos os reservatórios é muito baixa, e permitiriam-nos ganhar tempo até à fusão nuclear arrancar em força.

Depois de termos a fusão nuclear em força, a produção de hidrogénio deixava de necessitar de eletricidade.

O armazenamento pode ser feito em hidretos, evitando a necessidade de compressão ou liquefação (vejo por aí tanto disparate sobre este assunto escrito por pessoas que deviam perceber um pouco mais de termodinâmica).

Isso não é para agora, mas é exequível e escalável e não exige grandes recursos naturais.
Punto 55 Burrié....até os burros merecem injecção electrónica! Lovato Fast: 7,2l/100Km; 4,3€/100Km; 108g CO2/km
GrandModusGPL...shaken but not stirred! BRC Plug&Drive: 9,1l/100Km; 5,5€/100Km; 135g CO2/km

Avatar do Utilizador
APHenriques
Cidadão Virtual
Mensagens: 833
Registado: 29 out 2012, 14:47
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Não

Re: CO2 a aumentar relacionado com quebra de venda dos carros a diesel

Mensagem por APHenriques » 08 mar 2019, 00:11

rdd48856 Escreveu:
05 mar 2019, 22:32
Depois de termos a fusão nuclear em força, a produção de hidrogénio deixava de necessitar de eletricidade.

O armazenamento pode ser feito em hidretos, evitando a necessidade de compressão ou liquefação (vejo por aí tanto disparate sobre este assunto escrito por pessoas que deviam perceber um pouco mais de termodinâmica).

Isso não é para agora, mas é exequível e escalável e não exige grandes recursos naturais.
Podes explicar melhor esta parte?
Estou convencido que o hidrogénio será o combustivel do futuro, mas gostava de perceber como se pode obter de forma eficiente na quantidade necessária

rdd48856
Moderador(a)
Mensagens: 9035
Registado: 13 abr 2005, 10:36
Distrito onde reside.: Faro
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Lovato+BRC+Vialle
Marca do Veículo: Toyota
Modelo: Auris TS HSD by FF
Ano: 2014
Localização: Algarve

Re: CO2 a aumentar relacionado com quebra de venda dos carros a diesel

Mensagem por rdd48856 » 08 mar 2019, 00:22

Agora vou deitar-me, mas depois explico melhor, o hidrogénio pode ser obtido por termólise da água....inicialmente a ideia era recorrer à fissão nuclear, mas é mais apropriada para a fusão nuclear.
Punto 55 Burrié....até os burros merecem injecção electrónica! Lovato Fast: 7,2l/100Km; 4,3€/100Km; 108g CO2/km
GrandModusGPL...shaken but not stirred! BRC Plug&Drive: 9,1l/100Km; 5,5€/100Km; 135g CO2/km

Avatar do Utilizador
PauloAns
Cidadão Virtual
Mensagens: 6019
Registado: 12 abr 2005, 08:50
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Não
Localização: Amadora
Contacto:

Re: CO2 a aumentar relacionado com quebra de venda dos carros a diesel

Mensagem por PauloAns » 10 mar 2019, 15:24

rdd48856 Escreveu:
08 mar 2019, 00:22
Agora vou deitar-me, mas depois explico melhor, o hidrogénio pode ser obtido por termólise da água....inicialmente a ideia era recorrer à fissão nuclear, mas é mais apropriada para a fusão nuclear.
A tal fusão nuclear que andam a prometer sempre para a «próxima» década?
Já ando a ouvir falar tanto dela que começo a achar que não passa de um mito (e sim, sei que postei uma coisa sobre isso à pouco tempo, mas depois nunca mais ouvi falar nela)
Cumps
Paulo Ans
--Testes de pré-instalação : http://tinyurl.com/pgpav2f --
--GPL para iniciados : http://tinyurl.com/oahegoj --
--Quase tudo para GPL: http://tinyurl.com/mz2cxv7 --

rdd48856
Moderador(a)
Mensagens: 9035
Registado: 13 abr 2005, 10:36
Distrito onde reside.: Faro
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Lovato+BRC+Vialle
Marca do Veículo: Toyota
Modelo: Auris TS HSD by FF
Ano: 2014
Localização: Algarve

Re: CO2 a aumentar relacionado com quebra de venda dos carros a diesel

Mensagem por rdd48856 » 10 mar 2019, 22:05

Ninguém no seu perfeito juízo promete a fusão nuclear para a próxima década, está a 2 ou 3 décadas de distância, por isso é que faz sentido procurar formas mais limpas de utilizar os combustíveis fósseis até lá (obviamente com uma fatia crescente de renováveis).
Punto 55 Burrié....até os burros merecem injecção electrónica! Lovato Fast: 7,2l/100Km; 4,3€/100Km; 108g CO2/km
GrandModusGPL...shaken but not stirred! BRC Plug&Drive: 9,1l/100Km; 5,5€/100Km; 135g CO2/km

Renault19
Utilizador
Mensagens: 114
Registado: 07 fev 2018, 18:14
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: BRC
Marca do Veículo: Hyundai
Modelo: GETZ
Ano: 2003

Re: CO2 a aumentar relacionado com quebra de venda dos carros a diesel

Mensagem por Renault19 » 12 mar 2019, 11:28

Mas sendo o hidrogénio o futuro, vamos trabalhar com pressões de pelo menos 200 bars.
O qual se inflama em contacto com o ar... lembrem-se do Hindenburg !!!! Ou seja, o manuseamento requer mais cuidado que o GNC.

Se o pessoal já tem medo do GPL que funciona a pressões de 8 -10 bars, o que fará com o hidrogénio.

Responder